sexta-feira, 25 de março de 2022

Por que alguns fisioculturists possuem barrigas inchadas?

Todo mundo já viu, em algum lugar, aquele maromba, que por mais forte que seja, possui uma barriga inchada, memo que musculosa! Esta dilatação abdominal é conhecida Palumbismo.




O que é Palumboismo?

Palumboismo é o nome dado a uma alteração relativamente rara, que faz com que atletas de fisiculturismo apresentem dilatação abdominal. Possui esse nome por conta de Dave Palumbo, ex-atleta de fisiculturismo que apresentou a condição de forma bastante acentuado em uma competição.

Dessa forma, a dilatação abdominal em atletas de fisiculturismo passou a ser chamada palumboismo, por conta do primeiro atleta, que fez com que profissionais de saúde se dedicassem a entender o fenômeno.

Inicialmente, acreditava-se que o fenômeno pudesse estar relacionado à prática de certos exercícios de alta intensidade, principalmente exercícios abdominais e agachamentos com barra. Mais tarde, percebeu-se que o uso de anabolizantes esteroides é que causa a dilatação abdominal que caracteriza o palumboismo.


Quais esteroides causam palumboismo?

De um modo geral, todo anabolizante esteroide causa aumento significativo dos músculos; devida a promoção da hipertrofia muscular.

Isso, pode incluir a musculatura abdominal, de modo que, neste sentido, qualquer anabolizante poderia estar associado a certo aumento da circunferência abdominal.

No entanto, ainda que o aumento significativo da musculatura abdominal possa causar um aspecto semelhante ao que ocorre em pessoas que desenvolvem palumboismo, este fenômeno se deve pela dilatação visceral, algo que está mais relacionado ao uso de GH e insulina, conforme apresentamos a seguir.

GH – Growth Hormone

O GH (abreviação da expressão em inglês Growth Hormone) é o hormônio do crescimento. A presença de tal hormônio na corrente sanguínea, especialmente após o treino, exerce papel substancial para que os músculos possam crescer, por isso este hormônio é tão bem visto entre atletas de fisiculturismo.

No entanto, o GH também estimula o crescimento atípico nas mãos, dos pés, do nariz e até mesmo da testa e do queixo, podendo deixar a pessoa insatisfeita com o resultado.

Além disso, o GH também pode causar crescimento interno da região abdominal, através de um fenômeno denominado aumento visceral.

”É POR CONTA DISSO, QUE O USO DE GH ESTÁ ASSOCIADO AO PALUMBOISMO”.

Insulina

A insulina é um hormônio importante para a hipertrofia.

”SUA PRESENÇA NO ORGANISMO APÓS O TREINAMENTO FÍSICO AUXILIA NO PROCESSO DE RETIRADA DE AÇÚCAR, GORDURAS, PROTEÍNAS E NUTRIENTES DO SANGUE, PERMITINDO QUE O MÚSCULO POSSA ABSORVER TAIS NUTRIENTES”.

É por conta disso, que alguns atletas acabam comendo carboidrato de alto índice glicêmico após o treino, pois o consumo de tais carboidratos faz com que o organismo tenha um pico de insulina, favorecendo assim a hipertrofia muscular.

No entanto, a insulina também causa retenção de líquidos, podendo causar inchaço abdominal. Tanto que o aumento da circunferência abdominal é algo comum em pacientes com o diagnóstico de diabetes 

Além do mais, a presença da insulina também favorece a absorção de GH que está presente no organismo.

”É POR ISSO QUE ALGUNS FISICULTURISTAS FAZEM USO COMBINADO DE GH COM INSULINA, VISANDO OBTER MELHORES RESULTADOS NO QUE SE REFERE À HIPERTROFIA”.

Todavia, parece ser esse uso combinado de GH com insulina, o grande responsável pelo aparecimento de palumboismo em atletas de fisiculturismo, ao menos nos casos mais acentuados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário