terça-feira, 11 de maio de 2021

15 Dicas para Divulgar seu Canal no Youtube!

Todo influenciador digital, um dia, se viu diante desse problema: Você pode gravar bons vídeos, ter um conteúdo bacana, mas seu sucesso na plataforma depende de ser encontrado!

Um ótimo material sem audiência perde totalmente o valor.

Este artigo pretende ajudar na solução para divulgar seu canal, até mesmo pequeno, mas com futuro promissor

1. Crie ótimos títulos para seus vídeos:

De início, seus vídeos vão ser encontrados no YouTube a partir da busca direta na ferramenta, ainda que não apareça entre os primeiros resultados, dá para chamar a atenção do usuário com o título!

Conforme ele rola a página para conferir as opções sugeridas, a dica é garantir que o clique seja no seu vídeo. A melhor forma de conseguir isso é acertar em cheio no título do material.

Você precisa de duas coisas aqui: ser informativo e ser atraente!

Dê uma olhada nos outros canais com mesmo tema para tirar uma ideia! 

Mas é preciso dar o recado e se fazer entender.

Outro detalhe importante está no tamanho do título, que não pode ter mais de 60 caracteres.

Aliás, se você conseguir ser objetivo e instigar o usuário, essa é a fórmula perfeita.

2. Otimize seu conteúdo do YouTube para SEO:

Otimize seu conteúdo do YouTube para SEO (SEO significa Search Engine Optimization - em português: otimização para mecanismos de busca)

Conforme o usuário pesquisa, é muito importante que seu conteúdo apareça logo de cara e aí entra o segredo:

Nada mais é do que um trabalho de otimização do conteúdo que favorece o seu posicionamento à frente dos demais como sugestão de resultados de pesquisa. Caprichar na palavra-chave é a chave!

Ela corresponde à palavra ou expressão exata que o usuário digita na sua busca.

A ideia, então, é que o visitante faça a sua pesquisa e o YouTube apresente o seu vídeo como uma das primeiras opções para ele conhecer.

Os dois conceitos mais importantes são os seguintes:

Volume de buscas: a palavra-chave deve ser de interesse do usuário e ter um bom número de pesquisas por mês!

Adequação à persona: o termo utilizado precisa ter relação com os interesses do seu público, pois isso garante que as pessoas certas vão ser atraídas ao seu canal.

Você pode encontrar as melhores sugestões de palavras-chave em ferramentas gratuitas, como Google Keyword Planner e Ubersuggest.

O melhor de tudo é que essa otimização vai ajudar a divulgar seu canal do YouTube no próprio Google, trazendo de lá novos visitantes para a sua página.

3. Crie miniaturas claras e atraentes:

Diferente do que acontece no Google, no YouTube, os resultados são apresentados com o título do vídeo junto a imagens.

Elas são as miniaturas, uma prévia do vídeo que ajuda na decisão do usuário sobre qual conteúdo consumir.

As miniaturas sempre vão estar presentes, mesmo que você deixe elas de lado.

Só que, nesse caso, o YouTube é que vai gerar uma imagem automaticamente.

Não é o ideal, pois a plataforma não faz uma análise sobre o melhor momento do vídeo a escolher.

Esse é um compromisso do dono do canal.

Considere as seguintes dicas para criar a sua miniatura:

Procure criar uma identificação rápida pelo usuário,  vale um close-up do rosto ou ainda pode usar um logotipo. Caso tenha um e queira reforçar sua marca, de preferência como marca d’água em um canto da imagem. Experimente algum efeito diferente, como sobreposição de texto, fundo colorido e contornos em volta de pessoas ou objetos.

4. Tenha o seu perfil do YouTube o mais completo possível

Tenha o seu perfil do YouTube o mais completo possível.

Só que você ainda não é um influenciador digital, mas um mero desconhecido, desta forma, garanta com que eles saibam quem é você e sobre o que é o seu canal.

É muito importante (de novo) que leve em conta as características das suas personas nessa hora.

As informações que você vai incluir no perfil e a linguagem adotada precisam combinar com o público que deseja atrair. Para entender melhor, pense se uma nutricionista usasse a linguagem do youtuber Felipe Neto para se comunicar com a sua audiência e isto não daria muito certo, assim deixe claro o conteúdo que vai apresentar. Isso garante que aqueles que vão ficar ali têm interesse de fato nos vídeos – e isso vai gerar likes importantes.

Também é uma boa buscar a aproximação com o público.

Para isso, deixe links de contato, como e-mail, e para outras redes sociais também.

5. Mantenha uma frequência de publicação:

Sempre tenha conteúdo relevante e novo, com atualizações!

Aumentar o número de inscritos e visualizações do seu canal do YouTube exige dedicação e comprometimento.

Se você quer atrair seguidores de verdade, precisa estabelecer uma programação de atualizações.

E não se esqueça que o conteúdo precisa ter qualidade – não publicar apenas por obrigação.

Vejo essa dica como importante especialmente porque os resultados podem demorar um pouco mais a aparecer do que você gostaria.

Não existe imediatismo no YouTube, a não ser que você consiga um vídeo viral e isto é o que o pessoal do marketing sempre sonhou, porém não há fórmula mágica para tal.

A demora por audiência pode demorar e isto não pode servir de motivo para parar de publicar os vídeos.

6. Responda os comentários do seus vídeos:

Como o começo não há muito comentários, você precisa dar atenção individual a cada usuário que assistiu ao conteúdo e deixou um recadinho abaixo do vídeo. Esses comentários são de imenso valor. É assim que começa o seu relacionamento com a audiência. Seja grato pelo tempo que o usuário  dispensou para aquela ação e responda o mais rápido possível.

Se a rotina for agitada, reserve um tempo todos os dias para dar atenção aos comentários.

Crie sua estratégia de organização, só não deixe o usuário sem resposta.

7. Faça parcerias com outros canais:

Faça parcerias com outros canais para divulgar seu canal no YouTube. Essa é uma das melhores dicas.

As parcerias com canais que já contam com uma boa audiência são ótimas para atrair usuários para seus vídeos. Mas é claro que não pode ser com qualquer canal. Leve em conta de novo as preferências do seu público.

Onde mais as pessoas que te interessam consomem conteúdo no YouTube?

Depois de identificar os potenciais parceiros, é hora de propor material colaborativo, um vídeo em conjunto, etc. A promoção desse conteúdo tende a ser positiva para ambos. Na prática, um atrai novos seguidores que até então eram exclusivos do outro. Isso oferece maior visibilidade ao seu canal, aumenta o número de visualizações dos vídeos e de inscritos também.

Se não houver interesse da outra parte, será perda de tempo insistir no assunto e assim não force a parceria!

8. Anuncie o seu canal do YouTube:

É interessante separar um montante para investimento no canal. Há formatos bem em conta para começar a divulgar seu canal do YouTube. A plataforma de anúncios é o mesmo Google Ads, antes chamado de Google Adwords, utilizado para publicidade no buscador. Explore as possibilidades para definir qual atende melhor ao seu orçamento e necessidades. Um formato interessante é o de anúncios TrueView, que aparecem em miniatura na página de exibição da plataforma, ao lado dos vídeos sugeridos e recomendados. A simples exibição do vídeo não gera custos para você, só quando ele é assistido. O desafio aqui é evitar que o usuário pule o anúncio e nem chegue a ver tudo o que você preparou para ele.

9. Promova seu canal em blogs e redes sociais

Promova seu canal em blogs e redes sociais. Ou seja, promova o seu conteúdo em outras plataformas sempre que tiver oportunidade. Se você tem um blog, é uma boa incorporar o conteúdo em vídeo junto aos artigos. Também pode fazer isso em blogs parceiros, voltados ao mesmo público no qual você mira.

Já nas redes sociais, Facebook e Instagram são plataformas de divulgação quase obrigatórias. Vale usá-las não apenas para anunciar novos vídeos, mas para criar um suspense e despertar a curiosidade dos seguidores sobre conteúdos futuros. Tudo isso ajuda a gerar um bom, levando o público a se identificar com o canal e se sentir próximo a você. Somente no Facebook, são mais de 125 milhões de usuários mensais só no Brasil.

10. Crie playlists

As playlist´s podem ser criadas a partir de conteúdos próximos, de forma que o usuário consuma os vídeos em sequência. Em uma playlist, assim que um vídeo termina, o outro já inicia automaticamente. A estratégia é excelente para manter o usuário conectado com o seu canal. Isso sem falar que cada lista de reprodução tem seu título próprio, o que gera uma nova oportunidade de ser encontrado a partir de pesquisas dos usuários. As ideias de playlist dependem do tipo de conteúdo que você divulga no seu canal.

11. Faça vídeos interativos como de perguntas e respostas:

Seja qual for o motivo das visitas em seu canal, os usuários possuem perguntas a fazer sobre seu conteúdo. Satisfazer as dúvidas destes usuários, vai transformar inscritos em fãs e divulgadores, o que só ajuda a tornar o seu canal mais conhecido.

É por isso que abrir espaço para que a audiência envie perguntas e respondê-las em vídeo é uma ótima ideia.Essa interação com o usuário cria uma proximidade e contribui para moldar uma comunidade, o que é sempre importante para a fama do canal.

12. Use chamadas para ação:

Use chamadas para ação. O CTA - sigla para call to action  - que é uma chamada para ação. É um convite que você faz para o usuário se inscrever no canal, dar um like no vídeo, compartilhar o conteúdo. Muitos youtubers fazem isso logo de cara, o que pode soar estranho para determinados públicos, mas evita que aqueles que não chegam ao final do vídeo deixem de executar a ação que você gostaria. Trate o CTA com naturalidade para que a adesão das pessoas ao seu convite também seja espontânea.

13. Ofereça conteúdos relacionados:

É o mesmo caminho das playlists. Sempre que você tiver um conteúdo capaz de se conectar a outro, não deixe de estabelecer essa conexão. Basta um convite para conferir um novo vídeo, apresentando rapidamente o que o usuário vai ganhar se fizer isso. Vale também sugerir conteúdos relacionados, mas hospedados em canais parceiros. O importante é que a audiência perceba valor na oferta.

14. Envie novos vídeos para a sua base de e-mails:

Envie novos vídeos para a sua base de e-mails. Divulgar um canal no YouTube vai muito além das interações com seus seguidores, seja nessa ou em outras redes sociais. A principal marca delas, aliás, está no relacionamento. É algo no qual você pode investir por outros meios.

Crie uma landing page para capturar o e-mail das pessoas inscritas no seu canal e ofereça a elas algumas vantagens, como o envio em primeira mão das novidades sobre o seu nicho, produto ou serviço. Uma excelente tática para capturar o e-mail do seu público costuma ser a oferta de um material rico, como um convite para um webinário ou um e-book.

15. Mensure seus resultados e aprimore a sua estratégia:

Monitore os resultados. Sempre há um método ou outro que se sobressai na prática. Sabendo disso, você pode investir no que oferece melhor retorno e promover ajustes naquilo que não tem funcionado muito bem. Para mensurar resultados, você precisa de métricas.

E na famosa plataforma de vídeos, isso se dá por meio do YouTube Analytics.

Entre outras informações, você pode descobrir: 

Quais conteúdos são mais assistidos;

Quais geram maior engajamento, como likes e comentários;

Por quanto tempo, em média, os usuários assistem aos seus vídeos.

Esses são dados valiosos para você otimizar a sua estratégia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário