domingo, 7 de fevereiro de 2021

A Terra não é plana - entenda!

Há mais de 2 mil anos, Aristóteles (384 a.C-322 a.C), o filósofo grego e professor de Alexandre, o Grande, afirmou que bastava observar as estrelas para saber que vivíamos em um mundo redondo: as diferentes constelações vistas no firmamento dependem de onde estamos. O céu observado no Hemisfério Norte é diferente daquele no Hemisfério Sul. Se a Terra fosse plana, conseguiríamos ver sempre as mesmas estrelas, estando em qualquer ponto, a qualquer momento.

Veja este vídeo, onde um foguete amador é lançado à estratosfera e ao cair, seus paraquedas são acionados e ele desce lentamente. Tire suas conclusões ao formato do planeta!


Eratóstenes de Cirene (276 a.C-194 a.C), matemático grego e diretor da biblioteca de Alexandria, no Egito, também comprovou a questão com uma experiência prosaica, porém precisa:  mediu o comprimento da sombra de uma vareta em Alexandria, ao meio-dia de 21 de junho, precisamente no dia e na hora em que sabia, com base em textos antigos, que uma vareta espetada em Assuão, também no Egito, não produziria sombra alguma. A distância entre as localidades é de pouco mais de mil quilômetros. Ora, se vivêssemos em um planeta plano, ambas as varetas teriam sombra - e do mesmíssimo tamanho. Considerando tudo isso, Eratóstenes pôde afirmar que varetas posicionadas na superfície em ângulos diferentes com relação ao sol projetam sombras de comprimentos diferentes, comprovando que o mundo tem, sim, curvatura. E, mais do que isso: que para fazer ciência, precisou somente de "varas, olhos, pés, cérebro e o prazer de experimentar". 

Para alguns, milhares de pessoas que talvez não foram educadas de forma correta, existe uma corrente de pensamento onde afirmam que nosso planeta, Terra, não possui formato tendendo ao redondo ou oval e pior, acreditam que o centro do sistema solar não é o Sol e sim a Terra.

Hoje, temos foguetes, satélites, estação espacial, balões meteorológicos, aviões, longas cadeias de montanhas, que podem nos mostrar de forma empírica que a Terra é redonda, que gira e não é o centro do Universo.

Vamos começar do básico para o mais complexo e entender o porquê da Terra ser sim, realmente redonda, em formato oval, achata nos polos e orbita sua estrela, nosso Sol, no Sistema Solar:



1) O Sol não é para todos, não ao mesmo tempo: Claramente, sem nenhuma sombra de dúvida, há momentos em que temos sol em alguns lugares próximo e em outros não, isto comprova por si só que não vivemos em um mundo plano.



2)O Dia e a Noite: Parte do "planeta" é iluminado de dia, parte não a noite, isto nos da a certeza que a Terra não é plana e ainda passa a ideia de que existe um movimento de rotação em seu próprio eixo com duração de 24 horas. Mesmo que fosse o sol a nos circundar, pela noite, podemos ver as estrelas mudarem de posição acompanhando a circunferência do movimento da Terra;

3)Verão num hemisfério, Inverno no outro: A Terra gira em seu próprio eixo, e ainda gira de forma inclinada, desta forma os raios solares que aqui chegam, chegam de formas e intensidades diferentes na superfície da terra. Assim, podemos observar que durante o inverno, a inclinação da Terra, faz com que os raios solares cheguem com menos intensidade na região e com mais intensidade na outra. Se no hemisfério Sul é Inverno, no hemisfério Norte é verão. Por este motivo já causaria grande estranheza em se falar em um planeta plano de alguma forma!

4) Todo corpo celeste observável é redondo: Sem contar os asteroides e cometas, qualquer corpo celeste estabilizado, em órbita e próximo, tem um formato esférico. Observemos a Lua que está a 380 mil km da Terra e orbita nosso planeta. Seu formato tende ao redondo. Isto ocorre porque a força da gravidade, onde toda matéria atrai matéria, força a matéria do corpo celeste em formação a atrair-se a si mesma, grudando seus pedaços um sobre os ouros e assim o centro de gravidade faz com que esta montoeira de rocha ao se formar o corpo celeste se agregue e torne-se uma esfera, ou algo próximo disto. Não há, no Universo observável, nem sequer 1 corpo celeste estável que não seja em forma de esfera! Por que então a tão amada Terra não seria?

5) Eclipse Lunar: Já foi observado e está documentado que durante um eclipse, a sombra da Terra projetada na nossa Lua, forma um esfera. Este fenômeno foi observado já diversas vezes, documentado e pode ser visto a olho nu. Se a Terra não fosse redonda, e fosse em forma de pizza, como alguns dizem, esta sombra deveria ser um risco, pois nem sempre o ângulo estaria ideal para se formar uma bola. Pra tirar a prova, pegue uma moeda e coloque contra luz e observe sua sombra.

Talvez, o problema todo seja que estass pessoas não compreenderem a gravidade e assim não conseguem assimilar o fato de estarmos numa bola, às vezes na parte de cima, outras na parte de baixo e mesmo assim termos a sensação de estarmos numa superfície plana. Isto se explica a atração da gravidade, nossos sentidos e a percepção de equilíbrio! Sim, a gravidade da Terra atrai tudo para seu centro, incluindo a nós mesmos, nossos líquidos internos, nosso ouvido interno e toda a estrutura que nos permite ter a sensação de retitude e equilíbrio, além de ser um lugar grande!

Outras formas mais concretas podem ser obtidas. Já vimos algumas pessoas com réguas, em vídeos na Internet, ao nível do mar, tentando justificar que a Terra é plana ao comparar o horizonte e sua retitude com a régua. Obviamente, este método é completamente falho. O que poderíamos fazer de mais próximo a este experimento, seria subir em uma montanha com 4 mil metros e observar o horizonte a sua volta.

Em se tratando de Terra Plana, não há o que se discutir. Sabemos que trata-se de um fato que a Terra possui um formato esférico, tendendo ao elíptico. Parte da nossa tecnologia atual, depende de nossos satélites artificiais. Eles são um fato, estão em órbitas geostáticas ou não ao redor do planeta. Basta apontar sua antena de TV por assinatura e capturar os sinais, ou ainda, ver seu GPS funcionando a todo momento no telefone. Assim, não há dúvidas quanto ao formato do planeta, sua posição no sistema solar e toda a ciência por trás disto! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário