quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Por que temos a dor de lado quando fazemos exercícios ?

Na verdade, não há um consenso sobre a causa precisa daquela dorzinha de lado, quando fazemos exercícios, como por exemplo as corridas.
Alguns acreditam que esta dor ocorre quando o diafragma trabalha muito e por isto apresenta espasmos.
Novos estudos indicam que a dor pode ser fruto da má postura. Publicado no Journal of Science and Medicine in Sport, um estudo descobriu que as pessoas com má postura, obtiveram maiores probabilidades de sofrer das dores laterais. Quanto pior a postura, mais intensa eram as dores durante o exercício.

Uma explicação para isso é que correr com má postura pode afetar nervos que vão da parte superior das costas até o abdômen. Outra hipótese é que andar curvado aumenta a fricção sobre o peritônio, uma membrana que circunda a cavidade abdominal. Isso também pode explicar por que a respiração controlada parece ajudar a aliviar as dores: respirar fundo enche os pulmões e melhora a postura.
Já para o fisiologista do exercício Raul Santo explica que a causa pode ser o impacto sobre o fígado. Numa corrida, por exemplo, a movimentação do corpo causa a distensão do tecido que sustenta o fígado, explica. Essa rede é formada por fibras musculares lisas, que doem quando o esforço, e consequentemente o impacto sobre o órgão, é muito grande. Para amenizar essa dor basta diminuir um pouco o ritmo do exercício e o incomodo logo desaparecerá.
No livro  “A Prática de Atividade Física Segura” escrito pelo Professor Turíbio Leite de Barros, evidências recentes foram constatadas em uma pesquisa americana realizada com voluntários que praticavam corridas logo após terem ingerido diferentes líquidos (refrigerante sem gás, água e isotônico), ou seja, com o “estômago cheio”. Após o início da corrida, notaram que os indivíduos que ingeriam refrigerantes, mesmo sem gás, sentiam a dor incômoda (pontada) e paravam a atividade por conta disto. Já os indivíduos que ingeriram água ou isotônico a dor não aparecia ou era muito leve, sendo que o isotônico parecia ter vantagem sobre a água, causando menos ou nenhuma dor, por conta, supostamente, de uma rapidez no esvaziamento do estômago.

Nenhum comentário :

Postar um comentário