domingo, 28 de setembro de 2014

Vigorexia, entenda mais um pouco !

Transtorno dismórfico corporal (TDC) é um problema de saúde mental relacionados à imagem corporal, em que um indivíduo tem uma preocupação com um ou mais defeitos percebidos em sua aparência. Quando esta preocupação atrapalha a vida do individuo então temos um problema.
Antigamente era conhecida como dismorfofobia e foi documentado pela primeira vez pelo psiquiatra italiano Enrique Morselli a cem anos atrás. Outros nomes podem ser encontrados como “síndrome feiura imaginada”, mas este por sua vez, não é apropriado, porque a feiura percebida é muito real para o portador.

A maioria das pessoas que vivem com TDC estão preocupadas com algum aspecto do seu rosto e muitos acreditam que eles têm vários defeitos.
O que vem preocupando médicos e especialistas, é que a condição também está atacando os atletas fisioculturistas.
A crença em achar que os outros estão "maiores", faz com que o treino, que deveria ser algo prazeroso para o atleta, se transforme em sofrimento, e o mesmo busque alternativas menos saudáveis para obter o resultado esperado. O problema é que este resultado, nunca será satisfatório !
Pode ser chamado também de  Vigorexia, um subtipo do transtorno dismórfico corporal, é um distúrbio já classificado como uma das manifestações do espectro do transtorno obsessivo-compulsivo.
Enquanto anoréxicos esquálidos e desnutridos se enxergam obesos, e os vigoréxicos se veem fracos, magrinhos, franzinos, apesar de fortes e muito musculosos.
Horas e horas nas academias, aumentando sempre as cargas de exercícios, alterações na dieta sem consulta à especialistas, uso de indiscriminado de suplementos e por último, o uso de esteroides e/ou anabolizantes, são características comuns deste transtorno.
Também chamada de overtraining, ou síndrome de Adônis, em referência ao deus grego da beleza, a vigorexia acomete mais os homens entre 18 e 35 anos. Isso não quer dizer que as mulheres não desenvolvam esse tipo de transtorno.
O diagnóstico e o tratamento só podem ser feitos corretamente por um médico !

Fonte: Discovery Science

Nenhum comentário :

Postar um comentário