segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Teremin, descubra este instrumento musical !

O instrumento foi inventado por um jovem físico russo chamado Lev Sergeevich Termen (conhecido no Ocidente como Léon Theremin) por volta dos anos 1920  e foi originalmente o produto de uma pesquisa patrocinada pelo governo soviético em sensores de proximidade. Depois de uma longa turnê pela Europa, durante o qual ele demonstrou sua invenção para casas lotadas, Theremin encontrou o seu caminho para os Estados Unidos, onde ele patenteou sua invenção em 1928 (US1661058).
Embora a RCA Thereminvox tenha comprado a patente, não foi um sucesso comercial. Porém musicistas como Clara Rockmore, percorreram, com grande êxito, todos os Estados
Unidos com um repertório clássico em salas de concerto.
Em 1938, seu criador, Léon Theremin,  deixou os Estados Unidos. Há suspeitas  que ele foi tirado de seu apartamento em Nova York por agentes da KGB e levado de volta para a União Soviética sendo obrigado a trabalhar em um campo de prisioneiros de laboratório sharashka em Magadan, na Sibéria.
Em sua biografia, Ether Música e espionagem, Albert Glinsky sugeriu o russo havia fugido para escapar de dívidas pessoais, e foi então preso em expurgos políticos de Stalin. Em qualquer caso, Theremin não retornou para os Estados Unidos até 1991.
O teremim é um  instrumento musical tocado sem contato físico. O músico se posiciona de frente ao instrumento e move suas mãos perto das antenas de metal. A distância entre uma das antenas determina a frequência (pitch), e entre a outra controla a amplitude (volume). Na maioria das vezes, a mão direita controla a frequência e a esquerda controla o volume, embora esta disposição seja invertida por alguns artistas. Alguns teremins de baixo custo utilizam um controle de volume simples, operado com um potenciômetro, e possuem apenas a antena de frequência. Diferente das antenas mais conhecidas, estas não são usadas para receber ou transmitir sinais de rádio, mas agem como as placas de um capacitor.
Confira o vídeo:


O teremim usa o princípio do heteródino para gerar um sinal de áudio. O circuito responsável pela frequência inclui dois osciladores de rádio. Um deles opera em uma frequência fixa, enquanto a frequência do outro é controlada pela distância da mão do músico em relação à antena de frequência. A mão funciona como uma placa aterrada (sendo o corpo do músico a conexão com a terra) de um capacitor variável em um circuito LC (indutor-capacitor), que é parte do oscilador e determina sua frequência. A diferença entre as frequências dos dois osciladores a cada momento permite a criação de diferentes tons na faixa de frequências audíveis, resultando em sinais de áudio que são amplificados e enviados para um autofalante.


Nenhum comentário :

Postar um comentário