quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Carro movido a água do mar ! Entenda como funciona !

Apresentado pela primeira vez no Salão Internacional do Automóvel de Genebra, em março, o Quant e-Sportlimousine foi aprovado pelas autoridades alemãs para trafegar em vias públicas e no restante da Europa.
O veículo funciona com água do mar, porém não como combustível normal ou bateria. Utiliza uma tecnologia que usa princípios estudados pela Nasa em 1976 para o programa espacial americano. O sistema que alimenta os quatro motores elétricos do carro (um para cada roda) é baseado em
nanocélulas e reações químicas em duas soluções eletrolíticas. Esse carro é movido a energia elétrica produzida por reações químicas eletrolíticas da água salgada, armazenada em capacitores e destinada a alimentar quatro motores elétricos.
Segundo a NanoFlowcell, mesmo com água no tanque, o Quant e-Sportlimousine, graças a um motor de 912 cavalos, chega a 100 quilômetros por hora em 2,8 segundos e atinge velocidade máxima de 380 km/h, além de ter um alcance de mais de 600 km.
Em um a bateria recarregável convencional, um eletrólito contendo um ou mais elementos eletroativos dissolvidos fluem através de uma célula eletroquímica que converte reversivelmente a energia química diretamente em energia elétrica. Já neste sistema, o electrólito é armazenado externamente, em geral, em tanques, e é normalmente bombeada através da célula (ou células) do reator, embora os sistemas de alimentação por gravidade, também são conhecidos. As baterias de fluxo podem ser rapidamente "recarregadas", substituindo o líquido electrólito (no nosso caso a água do mar).
Em outras palavras, uma bateria de fluxo é uma célula electroquímica , com a excepção de que a solução iônica ( electrólito ) não está armazenado na célula em torno dos eléctrodos, como em uma bateria convencional. Em vez disso, a solução iônica é armazenado no exterior da célula, e pode ser alimentado para dentro da célula, a fim de gerar eletricidade. A quantidade total de energia que pode ser gerada depende do tamanho dos tanques de armazenamento.


Nenhum comentário :

Postar um comentário