terça-feira, 22 de julho de 2014

Como surgiu o horóscopo ?

Considerada uma  pseudociência que estuda as posições relativas dos corpos e suas influências sobre a personalidade, as relações humanas, e outros assuntos mundanos.
Os registros mais antigos sugerem que a Astrologia surgiu no terceiro milênio AC.
Ela teve um importante papel na formação das culturas, e sua influência é encontrada na Astronomia antiga, nos Vedas, na Bíblia, e em várias disciplinas através da história. De fato, até a Era Moderna, Astrologia e astronomia eram indistinguíveis.
A Astronomia começou a divergir gradualmente da Astrologia desde o tempo de Ptolomeu, e essa separação culminou no século XVIII com a remoção oficial da Astrologia do meio universitário. Hoje no Brasil existe o Curso de Aperfeiçoamento em Formação e Pesquisa Astrológica no centro universitário de Brasília - UNICEUB, coordenado pelo astrólogo Francisco Seabra.
A ferramenta principal da Astrologia é o Horóscopo (também conhecido como carta natal, carta astrológica, mapa natal, mapa de nascimento, ou apenas carta).
Cientista alertam que a astrologia, em sua base teórica, foi criada quando a Terra era vista como centro do Universo. O modelo Geocentrismo, finalizado com o matemático e astrônomo grego Claudius Ptolomeu  O sol então girava em torno ta terra, alinhando se com a constelação correspondente ao horóscopo. É sabido e provado que a Terra não é o centro do Universo e na verdade é a Terra que gira em torno do Sol, modelo heliocêntrico por Nicolau Copérnico e Galileu Galilei. A movimentação do Sol em um zodíaco é pura ilusão de ótica.
Entretanto, houve um período em que a função primordial destes calendários era prever eventos cíclicos dos quais dependia a sobrevivência humana, como a chegada das chuvas ou do frio. Esse conhecimento empírico foi a base de classificações variadas dos corpos celestes. As primeiras ideias de constelação surgiram dessa necessidade de acompanhar o movimento.
Segundo a astrologia, os signos do zodíaco representam características da psicologia humana na forma que segue:
Áries -- ação, impetuosidade, impulsividade.
Touro -- calma, possessividade, inércia.
Gêmeos -- dúvida, dispersão, movimento.
Câncer -- sentimento, acolhimento, intuição.
Leão -- honra, egocentrismo, coragem.
Virgem -- razão, exigência, crítica, perfeccionismo.
Libra -- equilíbrio, diplomacia, diálogo.
Escorpião -- intensidade, sexualidade.
Sagitário -- objetividade, individualidade.
Capricórnio -- persistência, trabalho, resistência.
Aquário -- originalidade, criatividade, eloquência.
Peixes -- sensibilidade, sensitividade, idealismo.

Além da que se chama hoje ocidental, são praticadas hoje no mundo todo outras formas de astrologia.
Na China, a astrologia é conhecida a partir de 2000 a.C. Diz a tradição que Buda, ao morrer, chamou os animais para se despedir e somente 12 vieram e estes são os anos da Astrologia Chinesa. Já na Índia houve a influência da astrologia da Mesopotâmia quando foi invadida, por volta de 1500 a.C.








Os Astecas usavam uma astrologia com 20 signos. Um padre espanhol, que acompanhou a tomada de Hernán Cortés, codificou a astrologia dos Astecas.
Uma das ideias base da astrologia, talvez seu pilar fundamental, é a de que "os eventos na Terra estão relacionados aos movimentos dos planetas no céu"  ; ou de forma explicita, que o posicionamento dos astros no momento do nascimento de uma pessoa determinam não apenas o seu caráter mas também seu destino. Contudo não há consenso entre os astrólogos sobre como se processa esta relação: uns a atribuem a influência de campos eletromagnéticos ou semelhantes, vínculo imediatamente rechaçado pela ciência; outros a ciclos, analogia, sincronicidade, ou outras formas de correlacão mais sutis, nenhuma delas apoiada em qualquer fundamento científico sólido, contudo.
O horóscopo diário, aquele que vemos nos jornais, foi uma criação do faquir Birman (pseudônimo do francês Charles Fossez), cujo extraordinário talento para a autopromoção, fez a astrologia chegar às ruas.
Em 1913, ele traçou um horóscopo, em sessão pública, na sala Wagram, numa jaula de animais ferozes, onde haviam adicionado muitos ratos famintos. Uma ratoeira abriu-se acidentalmente e os ratos espalharam-se entre o público. Depois desse incidente e de outros eventos promocionais, tais como a distribuição de horóscopos na prova ciclista Tour de France, uma estação de rádio parisiense pediu-lhe que divulgasse no ar o horóscopo do dia.
Iniciativa logo imitada pelo diário L'intransigeant, o primeiro órgão da imprensa escrita do mundo a divulgar uma crônica astrológica.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/;
http://www.sitedecuriosidades.com;

Nenhum comentário :

Postar um comentário